Governo federal realiza vistoria em pontos atingidos pela chuva em Barra Mansa

Governo federal realiza vistoria em pontos atingidos pela chuva em Barra Mansa

Na manhã desta segunda-feira, dia 27, o Governo do Estado homologou a declaração de situação de emergência emitida pela Prefeitura de Barra Mansa, em fevereiro. Hoje o representante do Ministério da Integração e do Desenvolvimento, da região sudeste, Leonardo Ferreira, está realizando na cidade junto com a Defesa Civil, uma vistoria nos 28 pontos mais

Na manhã desta segunda-feira, dia 27, o Governo do Estado homologou a declaração de situação de emergência emitida pela Prefeitura de Barra Mansa, em fevereiro. Hoje o representante do Ministério da Integração e do Desenvolvimento, da região sudeste, Leonardo Ferreira, está realizando na cidade junto com a Defesa Civil, uma vistoria nos 28 pontos mais atingidos pelas chuvas, em Barra Mansa. Tudo isso faz parte do processo para solicitação de verbas ao governo federal, afim de que sejam realizadas as obras emergenciais nos pontos mais afetados. O valor solicitado para estes serviços pode chegar a R$ 700 milhões.

Leonardo Ferreira explicou ao A VOZ DA CIDADE que para realização da solicitação são vários passos que o município precisa seguir. “Tem etapas desse processo que Barra Mansa já adiantou, entretanto existem trâmites que ainda precisam ser realizados. Encontramos o município muito bem organizado, com todas as documentações, planilhas, registros fotográficos, entre outros. Com a liberação da homologação do Governo do Estado, o documento precisa ser reconhecido pela União e só depois poderá ser realizada, em até 90 dias, a solicitação de verbas. E então entram outras questões, para que tudo isso aconteça pode demorar até 180 dias”, explicou.

Leonardo acrescenta que a visita do Ministério do Desenvolvimento Regional, que atende as demandas da Defesa Civil Nacional, tem como objetivo embasar o Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, na liberação desse recurso. “Nós viemos nessa prévia do processo para tentar legitimar esse levantamento do município e adiantar o quanto for possível, a vinda desses recursos”, contou.

Um dos pontos vistoriados pelos órgãos foi a Rua Jansen de Melo, no Centro. No último mês mais de cinco casas que ficam próximas a um morro foram interditadas devido risco de deslizamento.

Posts Carousel

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos