Prefeitura de Barra Mansa promove palestras de conscientização sobre o autismo

Prefeitura de Barra Mansa promove palestras de conscientização sobre o autismo

Neste mês está sendo realizada a campanha Abril Azul, que tem o objetivo de conscientizar a população sobre a inclusão de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Além disso, há também a intenção de esclarecer as pessoas que o autismo não é uma doença. O transtorno afeta a comunicação, o comportamento e a interação

Neste mês está sendo realizada a campanha Abril Azul, que tem o objetivo de conscientizar a população sobre a inclusão de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Além disso, há também a intenção de esclarecer as pessoas que o autismo não é uma doença. O transtorno afeta a comunicação, o comportamento e a interação social de quem porta, mas é possível conviver com o indivíduo autista ao longo de toda vida.

Para marcar a campanha, a Prefeitura de Barra Mansa, por meio do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf), está promovendo esta semana, de 24 a 28 de abril, diversas ações com parentes de pessoas autistas para tratar sobre o tema de uma forma didática e respeitosa. As palestras são em sua maioria voltadas aos pais.

Nesta terça-feira, dia 25, os profissionais do Núcleo foram ao PSF (Programa de Saúde da Família) do bairro Jardim Primavera, onde aconteceu um encontro alusivo ao Abril Azul.

A vice-prefeita, Fátima Lima, participou do evento e ressaltou o trabalho que é feito pela área de saúde do município. “Em Barra Mansa temos preocupação com todas as pessoas, e o portador do autismo é um ser como todos nós, mas que merece uma atenção. Quero parabenizar o NASF por sua dedicação e tratamento às pessoas. Os profissionais enxergam as pessoas na sua totalidade com qualidades e defeitos. Eles olham o lado emocional, o cuidado físico”, frisou Fátima.

A vice-prefeita ainda pontuou o acolhimento destinado aos autistas. “Temos a Casa Azul na Colônia, onde é dedicada uma atenção diferenciada às pessoas que possuem autismo e isso é uma exigência do nosso prefeito Rodrigo Drable. Ele tem uma preocupação muito grande com o povo da nossa cidade e procura o melhor atendimento para todos. Lembrando também dos trabalhos feitos nos PSFs, que são o principal elo entre morador e governo”, destacou.

Moradora do bairro Jardim Primavera, Pâmela Rodrigues tem três filhos, sendo que o caçula, Mikael Rodrigues, de 2 anos, tem autismo. Pâmela fez um depoimento relatando toda dificuldade que passou, mas disse que hoje se encontra mais forte e bem com a criança. “Após um ano de nascimento, eu percebi que o Mikael não falava e fiquei sem saber o que fazer. Procurei ajuda com profissionais e algumas pessoas e vi sobre as características do TEA. Foi um momento difícil porque o pai de um filho portador do espectro autista passa por um luto, mas, graças a Deus, estou sendo muito bem acolhida pelo posto. Hoje em dia o Mikael já passou por várias terapias e está começando a falar. Eu tinha medo de falar sobre o assunto, mas agora eu assumo que meu filho tem TEA e passo meu depoimento para outras mães. Elas precisam saber que existe um caminho”, declarou.

A ação desta terça-feira no Jardim Primavera contou com o apoio dos profissionais do PSF Roselândia, após o encontro, os participantes da palestra receberam um café servido pela Igreja Metodista do bairro, que fica localizada em frente ao PSF.

Posts Carousel

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos